Assessoria-Esportiva-MTeam

notícias

Cuidados ao deixar a bicicleta parada durante as férias

cuidados-ao-deixar-a-bicicleta-parada-durante-as-férias-Assessoria-esportiva-MFTeam
cuidados-ao-deixar-a-bicicleta-parada-durante-as-férias-Assessoria-esportiva-MFTeam

Para muitas pessoas, o período de recesso no final de ano também significa descanso dos treinos e pedaladas recreativas. Se você vai passar um bom tempo sem pedalar e deixar a magrela encostada, é importante se precaver com algumas medidas de manutenção para evitar problemas com o equipamento na hora que voltar a utilizá-lo. Confira a seguir alguns cuidados ao deixar a bicicleta parada durante as férias.

Lubrificação

O ponto mais importante é deixar toda a bike bem lubrificada. Dê atenção especial à corrente, mas não se esqueça também dos parafusos e outras partes de metal. Quando retornar das férias, lubrifique novamente a corrente antes de sair para pedalar. “Se a corrente não estiver lubrificada corretamente, pode enferrujar. Mas é bom deixar todos os pontos de metal bem lubrificados, cabos de aço inclusive. Aí você viaja e não vai encontrar nada enferrujado quando voltar”, diz André Escudeiro, gerente da loja de bikes Cyclemotion, em São Paulo.

Limpeza

Outro ponto fundamental: guardar a bicicleta limpa. Isso significa sem sujeiras e seca. Mesmo que não tenha chovido em seu último treino ou pedal, apenas o spray de água do asfalto ou o suor podem deixar a bike com pontos de umidade em locais prejudiciais. Deixe a bicicleta coberta para evitar o acúmulo de poeira – se não possuir uma capa específica, usar um lençol, por exemplo, é válido.

Posição do câmbio

A orientação é para ser seguida todo dia, mas ganha ainda mais importância para períodos longos de inatividade: sempre deixe a corrente na menor coroa e no menor pinhão do cassete. Essa configuração é a que menos estressa o sistema de câmbio. A maior coroa força a mola tensionadora. Já o pinhão, a mola de retorno.

Pneus calibrados

Não vá viajar com os pneus da bike murchos. Pelo contrário. Encha-os com a pressão máxima recomendada pelo fabricante, já que eles vão perder ar gradualmente. Com isso, diminui-se o risco de a bicicleta ficar apoiada sobre os pneus completamente vazios – nestas condições, eles ficam dobrados, o que gera vincos na borracha tanto dos pneus quanto das câmaras. Se a bike for guardada suspensa, este é um cuidado de menor importância.

fonte: www.ativo.com/bike

Por André Sender

Gostou desse post? Então compartilhe com os seus amigos!
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on vk
VK
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Deixe o seu comentário
Posts Relacionados
Últimos Posts

TREINUS

Consulte agora a sua planilha de treino e feedbacks.
  • Pesquisar

  • Categorias

  • lugar

TREINUS

Consulte agora a sua planilha de treino e feedbacks.
  • Pesquisar

  • Categorias

  • lugar