MFTeam é uma assessoria esportiva com mais de 18 anos de experiencia em Triathlon

Cuidados ao deixar a bicicleta parada durante as férias

por André Sender, ativo.com

Para muitas pessoas, o período de recesso no final de ano também significa descanso dos treinos e pedaladas recreativas. Se você vai passar um bom tempo sem pedalar e deixar a magrela encostada, é importante se precaver com algumas medidas de manutenção para evitar problemas com o equipamento na hora que voltar a utilizá-lo. Confira a seguir alguns cuidados ao deixar a bicicleta parada durante as férias.

Lubrificação

O ponto mais importante é deixar toda a bike bem lubrificada. Dê atenção especial à corrente, mas não se esqueça também dos parafusos e outras partes de metal. Quando retornar das férias, lubrifique novamente a corrente antes de sair para pedalar. “Se a corrente não estiver lubrificada corretamente, pode enferrujar. Mas é bom deixar todos os pontos de metal bem lubrificados, cabos de aço inclusive. Aí você viaja e não vai encontrar nada enferrujado quando voltar”, diz André Escudeiro, gerente da loja de bikes Cyclemotion, em São Paulo.

Limpeza

Outro ponto fundamental: guardar a bicicleta limpa. Isso significa sem sujeiras e seca. Mesmo que não tenha chovido em seu último treino ou pedal, apenas o spray de água do asfalto ou o suor podem deixar a bike com pontos de umidade em locais prejudiciais. Deixe a bicicleta coberta para evitar o acúmulo de poeira – se não possuir uma capa específica, usar um lençol, por exemplo, é válido.

Posição do câmbio

A orientação é para ser seguida todo dia, mas ganha ainda mais importância para períodos longos de inatividade: sempre deixe a corrente na menor coroa e no menor pinhão do cassete. Essa configuração é a que menos estressa o sistema de câmbio. A maior coroa força a mola tensionadora. Já o pinhão, a mola de retorno.

Pneus calibrados

Não vá viajar com os pneus da bike murchos. Pelo contrário. Encha-os com a pressão máxima recomendada pelo fabricante, já que eles vão perder ar gradualmente. Com isso, diminui-se o risco de a bicicleta ficar apoiada sobre os pneus completamente vazios – nestas condições, eles ficam dobrados, o que gera vincos na borracha tanto dos pneus quanto das câmaras. Se a bike for guardada suspensa, este é um cuidado de menor importância.

fonte: www.ativo.com/bike

Share